Espécies

O peixe disponível para pesca terá diversas proveniências: por um lado, o que é captado conjuntamente com a admissão de água através do braço sul do Rio Mondego; por outro, o que é produzido nos viveiros contíguos da Nasharyba e que será regularmente transferido para o Pescódromo e, por último, o que pelas suas características e adequação à finalidade, vier a ser adquirido noutras explorações nacionais e estrangeiras.

As principais espécies serão a dourada, robalo, linguado, seriola, sargo e tainha, mas espécies como o dourado, a corvina, o pargo e o rodovalho, entre outras, poderão igualmente vir a ser introduzidas.